WPJ & Associados

  • Home
  • Serviços
  • Produtos
  • Projetos
  • WPJ Responde
  • The Money Call
  • WPJ no YouTube
  • [SIGNIN]
    [SIGNUP]

    Patrimônio

    MATERIAL EM REVISÃO

    Patrimônio é o conjunto dos bens, direitos e obrigações de uma pessoa física ou jurídica.

    Origem provável

    Do latim patrimonium: pater (pai) + -monium (estado, condição) = aquilo que herdamos de nossos pais.

    Pontos-chave

    Discussão: patrimônio x dinheiro

    É comum haver uma confusão entre os conceitos de patrimônio e de dinheiro. Isto provavelmente acontece porque, quando pensamos em economia, a imagem que nos vem à mente é a de dinheiro; mais precisamente, a de papel-moeda, as notas que ainda carregamos na carteira. Essa associação de ideias é natural já que o dinheiro é algo palpável, algo que entra em nossa experiência cotidiana. Afinal, quem de nós não traz da infância a lembrança do Tio Patinhas mergulhando em sua piscina de moedas e notas — exercício que, venhamos e convenhamos, no mínimo deve doer um bocado!

    Mas essa relação entre economia e dinheiro, embora verdadeira, é apenas parte da estória.

    A ciência econômica é definida como o estudo da produção, da distribuição e do consumo de bens e serviços. Automóveis, planos de internet e descontos em folha são partes dum conjunto de bens, serviços e obrigações que chamamos de patrimônio.

    Economia é tambem um sistema de trocas patrimoniais, ou seja, de fluxo de bens, serviços e obrigações entre os agentes econômicos — incluindo você! Tais trocas patrimoniais ocorrem a todo momento em nossas vidas, sendo tão frequentes que nem nos damos conta dos processos envolvidos. Uma simples compra de verduras representa a troca de parte do nosso patrimônio por parte do patrimônio da quitanda. Mas como trocas patrimoniais são intermediadas por dinheiro (seja em moeda viva, cartão ou transferência eletrônica direta, o nosso brasileiríssimo PIX!), temos a impressão de que economia é apenas uma série de transações financeiras.

    Daí a confusão entre dinheiro e patrimônio!

    No entanto, para entender como uma economia funciona, é essencial compreender que dinheiro é apenas um facilitador de trocas. Quem não percebe isto está condenado a enxergar economia apenas pelo lado da circulação de dinheiro; mais ou menos como um estudante de medicina que tentasse compreender o funcionamento do corpo humano somente examinando a corrente sanguínea.

    Em resumo, Warren Buffet não é rico porque tem dinheiro mas tem dinheiro porque é rico!

    A importância do patrimônio

    Por estranho que pareça, a maior parte de nossas interações sociais ocorrem durante trocas patrimoniais. Portanto, mais que nossa personalidade, o ponto de contato com a sociedade ao nosso redor é o nosso patrimônio. Isto não significa que sejamos pessoas insensíveis ou que os outros apenas nos enxerguem como um cofrinho ambulante. Apenas ressalta a importância do conceito de patrimônio para que possamos melhor compreender a economia e também o comportamento humano.

    De certo modo, somos todos componentes de um sistema de interesse incessante sobre bens, serviços e obrigações. Tanto é que os patrimônios de indivíduos e organizações constituem personalidades distintas designadas pelos termos especiais pessoa física e pessoa jurídica.

    E, em qualquer tipo de sociedade, as pessoas físicas ou jurídicas devem ter como objetivo econômico seu constante crescimento patrimonial. Quando regida pelo respeito social e ambiental, esta é a melhor contribuição que podemos dar à construção do bem comum.

    Termos relacionados