Transformamos sonhos em comunidades...
... e comunidades em bons negócios!

Você tem uma boa ideia para melhorar a vida de dezenas, milhares ou até milhões de pessoas? Algo que envolva produtos ou serviços mas também o sentimento de pertencer a um grupo com os mesmos interesses?

Por exemplo, suponha que você seja um professor de inglês experiente que deseja montar cursos de aperfeiçoamento para professores iniciantes. Você pensa então em criar uma empresa para oferecer seu serviço ao mercado. Mas suponha também que você seja dono de uma escola de idiomas e esteja preocupado com o avanço das grandes franquias. Então você decide criar uma associação para fortalecer comercialmente as pequenas e médias escolas independentes.

Desta forma, você está com duas ideias diferentes mas para essencialmente o mesmo público. Seria possível criar algo que fosse ao mesmo tempo uma empresa privada e uma associação sem fins lucrativos? Não.

CAAS

Mas é possível criar uma estrutura comercial que abrigue comunidades de indivíduos ou empresas com interesses comuns. Chamados de “community-as-a-service” (“comunidade-como-serviço”) — CAAS, empreendimentos desta natureza conjugam o melhor dos dois modelos. Como comunidades associativas, proporcionam aos membros sentimento efetivo de participação e de autoestima. E como empresas privadas, oferecem estruturas eficazes e de baixo custo fornecidas como serviços. Entre outras vantagens, as CAAS apresentam

CAAB

CAAS podem ser bons negócios. De fato, na nova economia, oportunidades desta natureza podem apresentar retornos anuais na ordem de 2% a 3% do capital investido. Em consequência, inversões sistemáticas em CAAS representam uma linha de negócios bastante atraente face às demais alternativas do mercado: a community-as-a-business (“comunidade-como-negócio”) — CAAB.

MAIS

Você pode entender melhor o conceito CAAS através de um exemplo fictício, a WeBetter. Para conhecer mais sobre como materializar sua boa ideia na forma de uma CAAS, acesse a página Realizar. Ou, para entender melhor como podemos transformar uma comunidade em um bom negócio CAAB, visite a página Investir.